Você já deve ter notado que a alimentação à base de proteína vegetal, parece ser a última novidade no mundo da nutrição e por boas razões, afinal, muitas pesquisas mostram os seus benefícios para a saúde.

Uma alimentação a base de proteína vegetal, beneficia tanto a nossa saúde quanto o meio ambiente. Isso não significa que você deve desistir de produtos de origem animal, mas substitui-los gradualmente, por exemplo.

Os alimentos ricos em proteína vegetal incluem leguminosas (feijão, ervilha, lentilha e grão-de-bico), soja, sementes, e certos grãos. Essa é uma alimentação extremamente saudável.

Realizar a transição da proteína animal para a vegetal, não é tarefa simples e poucas pessoas têm o conhecimento de como fazer isso. Por isso, separamos 5 passos que ajudam a substituir a proteína animal na alimentação.

Introduzindo a proteína vegetal na alimentação – 5 Passos.

1º Passo – Diminua o consumo de carne vermelha.

A carne vermelha não deve ser tirada de vez de sua alimentação, ou seja, se você deseja tirar a carne vermelha do seu cardápio, para que ela não faça tanta falta é interessante fazer isso de forma gradual e com orientação.

Nós brasileiros estamos acostumados a consumir esse alimento todos os dias, portanto eliminá-la de uma só vez pode ser bem difícil, além de provocar algum tipo de reação por falta da proteína animal em seu corpo.

2º Passo – Comesse optando pela carne branca.

Uma boa dica, é começar optando pela carne branca em suas refeições e assim, pode ser que a transição seja mais fácil. Em outras palavras, substituir a carne branca pela proteína vegetal pode ser menos agressivo ao seu paladar.

3º Passo – Introduza a proteína vegetal em seu dia a dia.

Aos poucos vá introduzindo alimentos de origem vegetal ao seu cardápio. Essa é uma forma de conhecer novos alimentos e se adaptar melhor a eles. Comece pela soja e o grão-de-bico nas saladas, por exemplo.

4º Passo – Faça receitas à base de alimentação vegetal.

Existem vários sites de receitas voltados para que decide aderir a uma alimentação baseada em plantas, portanto, que tal experimentar algumas dessas receitas, em seu novo cardápio?

5º Passo – Tenha atitude.

Nessas horas, é bom ter por perto pessoas com o mesmo objetivo para compartilhar a sua mudança. Comunique por exemplo, aos seus amigos e parentes mais próximos sua nova opção e os benefícios dela.

Aproveite todo esse período de transição para pesquisar, ler e assistir matérias e vídeos, sobre o assunto. Agindo assim, a substituição da proteína animal pela vegetal vai ser bem mais fácil, além de saudável.